Top Ten Tuesday: 10 Capas Que Eu Queria Poder Mudar

Top Ten Tuesday é um meme criado pelo blog The Broke and the Bookish. O tema dessa semana é “Top Ten Tuesday: 10 Capas Que Eu Queria Poder Mudar”. Apesar de todo mundo falar que não se pode julgar um livro pela capa, não há como negar que quando se está numa livraria, se a capa chama atenção, é potencialmente um livro que você irá comprar. Aqui está uma lista de capas que não ajudam em nada seus livros:toptentuesday

capas01
1. Vampire Academy, Richelle Mead: a primeira edição aqui no Brasil ainda tem uma capa mais bonitinha, mas depois começamos a copiar as capas americanas e aí a vaca foi pro brejo. Amo os livros, mas não os compraria pela capa. Tô na expectativa de que lancem a capa com o postêr do filme, porque apesar de eu não gostar, qualquer coisa é melhor do que as capas atuais (e a Zoey Deutch e a Lucy Frye são perfeitas para a Rose e a Lissa).
2. Bloodlines, Richelle Mead: para manter a tradição, as capas do spin-off são tão horríveis quanto. Acho a capa do livro que vai ser lançado semana que vem a mais feia de todas. Ainda bem que a editora responsável aqui no Brasil (que não é a mesma que edita Vampire Academy) foi mais esperta e criou as próprias capas.
acrosstheuniverse
3. Across the Universe, Beth Ravis: meu problema é com as novas capas… eles tinham uma capa tão linda com o espaço, mas resolveram mudar. Meu livro é digital e eu é que não vou comprar o livro físico com essas capas estranhas.
capas03
4. Anna e o Beijo Francês, Stephanie Perkins: nunca teria lido esse livro só pela capa. Não sei o que é pior: que o livro tem essa capa, ou que eles vão mudar as capas agora com o lançamento de Isla and the Happily Ever After e o último livro não vai combinar com os dois primeiros (por quê??!!!).
5. Nick & Norah – Uma Noite de Amor e Música, Rachel Cohn e David Levithan: Esse daqui tem tudo a ver com  o fato de que eu não sou muito fã de capas que tem o poster do filme (acho que a única exceção é a capa do meu volume único de O Senhor dos Anéis). Não fiquei muito fã dessa não…
6. Os Adoráveis, Sarra Manning: tudo bem, tem a ver com os personagens (tanto na capa brasileira quanto na britânica), mas eu prefiro quando a capa não impõe a aparência do personagem, prefiro imaginar enquanto estou lendo.
capas04
7. Quem é Você, Alasca?, John Green: amo a capa americana, mas não consigo gostar da capa brasileira. Prefiria que eles tivessem deixado a original.
8. Jogos Vorazes, Suzanne Collins: eu amo a idéia da capa, algo mais simbólico (ia odiar se tivesse um close-up de uma morena de tranças), mas para mim, o design é que falha aqui. Não seria um livro que me chamaria a atenção, simplesmente porque acho a capa meio… entediante.
9. Thirteen Little Blue Envelopes, Maureen Johnson: a única maneira de essa capa ser mais literal é se ela tivesse a foto de treze envelopes azuis. Mesmo assim, acho óbvia demais.
10. This Lullaby, Sarah Dessen: os livros da Sarah Dessen sofrem: ou a capa é naquele estilo preta com várias figuras coloridas ou é uma imagem do gettyimages. De qualquer jeito, nunca é uma capa exatamente que chama a atenção.
Tem mais alguma capa que faltou por aqui? O que vocês não gostam quando estamos falando de capas?

mari-transp

Deixe um comentário

Arquivado em Acabei de Ler

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s