Broadchurch vs. Gracepoint

No post sobre Broadchurch, e também no sobre o David Tennant, comentei que uma versão americana da série está sendo produzida pela Fox, a Gracepoint. Um trailer da série foi disponibilizado pela Fox, e com isso a gente conseguiu ver algumas cenas do primeiro episódio da série, que será exibida no segundo semestre desse ano.

Gracepoint tem muito em comum com Broadchurch, claro. Além de as duas terem David Tennant no papel principal (o escocês Alec Hardy virou o americano Emmett Carver, mas o ator continuou o mesmo), a história geral da série, que teve como escritor Chris Chibnall, continuou basicamente a mesma. Aliás, a maioria dos personagens tem até o mesmo nome (a Ellie Miller será Ellie Miller, independentemente de ser interpretada pela Olivia Colman ou pela Anna Gunn).

O problema é que é impossível não comparar as duas séries. Principalmente depois do trailer de Gracepoint, em que todas as cenas puderam ser conectadas à sua semelhante no primeiro episódio de Broadchurch. Até a cena do Alec Hardy de costas virando para a camêra foi copiada por Emmett Carver.
broadchurch02 gracepoint

Não dá para saber que rumo Gracepoint vai tomar. Em várias entrevistas os atores e produtores disseram que o final vai ser diferente, que existem algumas diferenças ao longo da história. Mas, nesse primeiro trailer, parece que os produtores escolheram cenas que são exatamente refilmagens das cenas de Broadchurch, porém com sotaque americano.

Aliás, posso falar? Estava preparada para estranhar e muito a Ellie Miller da Anna Gunn, principalmente porque achei o trabalho da Olivia Colman em Broadchurch excepcional. Porém, ao assistir ao trailer, quem mais me incomodou foi a Beth Solano (mãe do menino assassinado). Jodie Whittaker tinha sim colocado o patamar lá no alto com sua Beth Lattimer em Broadchurch, mas a atriz americana em suas poucas cenas no trailer não conseguiu chegar nem a um décimo do que foi feito na série britânica. Pode ser que eu mude de idéia, mas…

Outro ponto muito discutido por quem acompanha a carreira de David Tennant é o sotaque americano do ator em Gracepoint. Primeiro que eu não entendi muito bem porque filmar uma série toda de novo e chamar o mesmo ator para fazer o papel principal. Mas quem sou eu, reles mortal, para discutir as decisões dos chefões da Fox, né?

Aí que pediram pro David Tennant, escocês (que é um sotaque mais difícil de disfarçar do que o inglês, diga-se de passagem) fazer um sotaque americano. Por quê? De novo, eu, reles mortal, fico sem saber o que responder. Se queriam um personagem americano, não seria mais fácil, sei lá… chamar um ator americano?

Eu amo o David Tennant e estou muito feliz com a oportunidade de ter mais uma série com ele para assistir, mas ainda assim fico com essa dúvida. Ele teve que passar por técnicos de fala e sotaque para conseguir adequar seu sotaque. E eu sinceramente acho que ficou bom. Perfeito não, mas bom o suficiente para muitos americanos elogiarem. Aliás, a crítica mais cruel veio de um jornal britânico (???). Sei lá né, vai que o crítico inglês sabe mais do que os americanos (só que não).

Enfim, é esperar para ver. Principalmente quero saber se mudaram o assassino. Provavelmente sim. Será que as novas explicações vão ser boas? mari-transp

Deixe um comentário

Arquivado em Acabei de Assistir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s