Acabei de Ler: Trilogia A Seleção – Kiera Cass

Eu nunca fiz a resenha do primeiro livro aqui, A Seleção, quando eu li, há algum tempo atrás. No desafio de ler os livros físicos que se encontram na minha lista, acabei lendo, um atrás do outro, A Elite e A Escolha e resolvi fazer a resenha completa, da trilogia inteira.

kieracass 

O que mais me chamou atenção no primeiro livro, além da capa, é que a idéia geral da Seleção seria funcionar como um The Bachelor, só que o solteiro em questão é o futuro rei de Illéa e as 35 (!!!) meninas estão disputando para serem a próxima rainha. Coisa simples. Num país dividido por castas, em que cada uma tem a sua área de atuação, por assim dizer (quem é Cinco, por exemplo, deve trabalhar com algo relacionado à arte), a Seleção é uma das únicas formas de subir de casta.

A personagem principal, America, porém, não quer ser a princesa. Tudo o que ela quer é poder casar com Aspen, seu namorado em segredo, membro de uma casta inferior à sua. Quando sua mãe a força a se inscrever para a Seleção e Aspen acaba o namoro para que ela tente algo melhor, America se vê escolhida para fazer parte do grupo de meninas que poderá ser a escolhida de Maxon, o princípe. No fim das contas, Aspen acaba recrutado para virar guarda no palácio, o que o coloca perto de America novamente.

A história do primeiro e do segundo livros se concentra muito na indecisão de America entre Maxon e Aspen. Desde o começo, o princípe Maxon demonstra uma certa preferência por America, que não tenta impressioná-lo como todas as outras meninas.

Também vemos pequenos flashes do que está acontecendo por todo o país. Existem vários grupos rebeldes, os sulistas que são mais violentos e querem acabar com a monarquia, e os nortistas que aparentemente só fazem bagunça. Ou seja, nem tudo são flores nesse governo.

O terceiro livro, A Escolha, acaba dando um pouco mais de enfoque na situação política do país, bem como explora um pouco mais a relação de Maxon com o pai, por exemplo.

Quem me segue no Goodreads vai saber que a America e suas atitudes me irritaram desde que ela apareceu, pra falar a verdade. É mais do que sua indecisão sobre quem ficar, são atitudes infantis, coisas que ela faz sem pensar nas consequências, ser em alguns pontos extremamente ingênua.

Também não conseguia gostar de Aspen. Ele tinha os mesmos problemas de America, não sabendo se quer que America tenha uma chance de vida melhor ou se quer ficar com ela, ou então sendo manipulador para conseguir o que quer.

O único que eu realmente gostei na história toda foi Maxon. Ele tentava ser o mais coerente possível, desde o começo. Tentou fazer com que America visse seu ponto de vista, jogou limpo com ela e deu espaço quando ela pediu. Tudo isso ganha uma dimensão ainda maior quando você descobre, mais para o fim da trilogia, como era a relação dele com o pai dele e as pressões com as quais ele tinha que lidar.

Meu principal problema com a trilogia como um todo é que ela parece mais um spin-off de uma série maior do que uma série principal propriamente dita. O fato de que a visão de America é extremamente limitada por ela estar dentro do palácio e de que a personagem em si demora para tentar entender o que está acontecendo como um todo acaba dando essa sensação. Se houvesse uma série principal com a história de Illéa e depois a série d’A Seleção onde você conhece a história de uma das meninas que participou da Seleção, ia ser mais convincente.

Do jeito que a autora escreveu, você só tem meias informações e acaba os livros cheia de perguntas. A história ficou tanto tempo, mas tanto tempo focada na questão “com quem America vai ficar?” que perdeu a chance de apresentar a história geral desse universo em que está inserida.

Mas tem muito romance, o final é adequado para a trilogia sim (se bem que muitas acontecimentos só existem para dar respostas mais fáceis – quem já leu vai saber do que estou falando) e é uma leitura leve e rápida. Se essa parte de política que existe nas distopias nunca foi muito sua praia, você com certeza vai amar A Seleção pelo que é: uma história romântica.  mari-transp

2 Comentários

Arquivado em Acabei de Ler

2 Respostas para “Acabei de Ler: Trilogia A Seleção – Kiera Cass

  1. livia

    eu gostaria de saber se a America casa com o príncipe?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s