Acabei de Ler: Say What You Will – Cammie McGovern

Assim que li sobre Say What You Will no site Hypable, soube que tinha que ler esse livro. Afinal de contas, como resistir a uma história tão diferente da maioria que a gente vê por aí?
saywhatyouwill

Essa é a história de Amy, que devido a um problema de nascença (pelo que consegui entender, um problema no sistema nervoso causado por falta de oxigênio no parto mas posso estar errada – o livro só existe em inglês e termos médicos não são meu forte) tem um lado do seu corpo comprometido, não consegue falar normalmente e seus braços e pernas tem movimentos involuntários, de modo que ela anda, mas necessita da ajuda de um andador.
Na escola, ela sempre teve a ajuda de alguém que ficava ao seu lado a ajudando a carregar suas coisas, entre elas um pequeno computador onde ela digita o que quer dizer e uma voz gravada fala por ela. Porém, no seu último ano, Amy decide que vai trocar seu ajudante adulto por uma equipe de alunos da sua escola. Dessa forma, pretende fazer amizade, já que estar sempre acompanhada de pessoas mais velhas inibe a aproximação de outras pessoas da sua idade.
Sua mãe então entrevista vários colegas dela para que cada um acompanhe Amy um dia da semana e também a apresente outras pessoas para que Amy possa fazer amigos. Parece forçado, e é, mas a mãe de Amy quer resultados na ponta do lápis, metas alcançadas e tudo o mais.
Um dos ajudantes é Matthew, que só se candidatou ao cargo porque a própria Amy lhe mandou um e-mail pedindo que ele assim o fizesse. Matt nunca contou para ninguém e nem mesmo gosta de pensar nisso, mas lendo sua parte da história logo se percebe que ele tem transtorno obssessivo compulsivo, o tão famoso TOC, e acha que tragédias poderão acontecer se ele por exemplo não lavar as mãos por meia hora.
O convívio dos dois e a maneira como um acaba influenciando a vida do outro, fazendo perguntas e obrigando o outro a enfrentar os seus problemas é muito legal de ler. Não gostei muito de um dos pontos principais da história (não vou comentar aqui porque é um tremendo spoiler) mas acho que dá para relevar. Só achei forçado demais. Não era necessário. Aliás, são tantas idas e vindas que cansa. Ainda assim, vale a pena.
É uma história de amor? Também. Mas o que é mais interessante é que é uma história de dois adolescentes com seus problemas convivendo com eles e ainda tendo que enfrentar toda a bagunça que é estar no ensino médio.mari-transp

Deixe um comentário

Arquivado em Acabei de Ler

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s