Terças Whovians: Weeping Angels (Anjos Lamentadores)

Os Weeping Angels (Anjos Lamentadores, na versão brasileira) são uma das criaturas apontadas como mais assustadoras em toda a história de Doctor Who. Criadas por Steven Moffat, apareceram pela primeira vez no episódio Blink, da terceira temporada. Elas ainda foram os vilões principais nos episódios da quinta temporada The Time of Angels e Flesh and Stone e da despedida dos Ponds em The Angels Take Manhattan.

tercaswhovians2
Quando eles me foram apresentados em Blink, lembro que achei eles assustadores. A simples ideia de que a única maneira de mantê-los paralisados é não desviar os olhos deles, ou seja, de que é uma ação sua que pode salvá-lo e um erro seu, como piscar, pode levá-lo a passar o resto da vida num passado distante do seu tempo era absolutamente aterrorizante.
Aliás, esse é o grande trunfo de Blink. Ao assistir o episódio pela primeira vez, o espectador fica com os olhos arregalados, literalmente, já que tenta não piscar, numa forma de ajudar os personagens da história. Na cena final, quando a TARDIS se desmaterializa com os quatro Angels ao seu redor, eu lembro de ter chegado a gritar, e olha que eu não sou uma pessoa que se assusta fácil.weepingangels01
A segunda vez que eles aparecem como vilão do episódio é em Time of Angels, já na quinta temporada, num episódio com a River Song. Aqui, embora exista uma cena com a Amy Pond que te deixa segurando a respiração (quando ela tem que andar de olhos fechados, mas fazendo de tudo para que os anjos de pedra ao seu redor acreditem que ela está vendo tudo), os anjos perdem um pouco do seu suspense. Isso porque nós vemos pela primeira vez os anjos se movendo, o que tira todo o clima de mistério que eles tinham até então, faz com que eles parecem vilões mais normais.
Em The Angels Take Manhattan, porém, é que tudo aquilo que fazia os Weeping Angels tão únicos dentro de Doctor Who vai ralo abaixo. Nesse episódio, Moffat mirou num super Weeping Angel que seria o maior e mais assustador de todos… E o que conseguiu foi fazer dos anjos vilões tão mas tão poderosos que não dá pra entender como eles já não dominaram o universo.

weepingangels02
Lembro que enquanto assistia o último episódio dos Ponds, ao invés de estar concentrada na dor de perder esses companions (se bem que eu já achava que estava na hora de eles irem mesmo) eu estava era completamente incomodada com o fato de um Weeping Angel enorme como a Estátua da Liberdade poder andar por uma cidade enorme como Nova York, conhecida como a cidade que nunca dorme, e não ter absolutamente ninguém para olhar para ela e paralisá-la. Não fazia sentido.
O Steven Moffat conseguiu piorar a situação para mim ao explicar que, infestada com anjos lamentadores como NY estava, os seus habitantes não conseguiam perceber que a Estátua da Liberdade estava andando entre eles. Mas será que ele parou para pensar nas consequências dessa explicação?
Basicamente, então, se existir uma infestação de Weeping Angels, não há como pará-los. Eles são invencíveis! A única maneira de transformá-los em pedra novamente era olhar fixamente para eles, sem nem piscar, mas eles conseguem atordoar até esse problema, então juntos eles podem dominar o mundo. E é aí que os anjos perderam exatamente o que os fazia tão assustadores.

weepingangels03
Pode parecer estranho, mas pense bem: quando existe a possibilidade de pará-los com a simples ação de não parar de olhar para eles, existe também o medo de que, ao piscar, você seja o responsável pela própria tragédia, sendo jogado para trás no tempo. Mas se isso não existe, os Weeping Angels passam a ser mais um vilão apenas.
Fora que em The Angels Take Manhattan você praticamente vê os anjos se movendo, o que acaba com o mistério. Quando isso aconteceu em Time of Angels, apesar de ter sido sim um pouco frustrante, pelo menos aconteceu numa única cena, cheia de tensão, de uma forma devagar. No último episódio dos Ponds, acontece tantas vezes que parece que vira algo comum, o que infelizmente coloca os anjos como criaturas comuns.
Hoje, eu nunca diria que os Weeping Angels são as criaturas mais assustadoras de Doctor Who. Eles simplesmente são mais uma. E o pior, foram transformados em algo não especial por seu criador, que exagerou na mão. mari-transp

Deixe um comentário

Arquivado em Terças Whovians

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s