Acabei de Assistir: Broadchurch (S02E04)

Muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo em Broadchurch. Chegamos à metade da temporada e aos poucos as revelações que vão acontecendo vão esclarecendo alguns dos mistérios… Mas será que estamos acertando as perguntas que devemos fazer?
gif039

Alec Hardy dando o nó em sua gravata. Sim, isso aconteceu de novo. Obrigada a todos que fizeram isso possível.

Alec Hardy dando o nó em sua gravata. Sim, isso aconteceu de novo. Obrigada a todos que fizeram isso possível.

O episódio já começa acabando com nossos pobres corações, quando Hardy acorda de um pesadelo envolvendo Sandbrook e cai no choro. E isso acontece nos primeiros cinco minutos, então já é bom ir se preparando para o que vem por aí. gif044
A irmã de Ellie, Lucy, vai dar seu depoimento como testemunha e, embora a Ellie tenha pedido para ela só dizer a verdade, Lucy afirma que viu Joe na noite em que Danny morreu, mesmo sem ter tido essa certeza quando a investigação estava acontecendo.
Uma testemunha surpresa da acusação (ou do Ministério Público, como seria o equivalente aqui no Brasil), uma companheira de trabalho de Joe, conta a história de como Joe uma vez acabou agredindo um homem num estacionamento, num acesso de raiva que ninguém esperava. Foi interessante e uma forma de a acusação demonstrar que Joe não era uma pessoa tão calma assim. gif053
A defesa também decidiu não tomar o depoimento do próprio Joe, por ele não estar preparado. O interessante da cena em que elas tentam preparar Joe para falar na frente do Júri é que fica bem claro que sim, Joe é o culpado pela morte de Danny. Algumas críticas dos primeiros episódios questionam se Joe realmente era o autor do crime, muito embora a cena de Joe estrangulando Danny tenha sido mostrada na primeira temporada. Mas acho que, embora ele não tenha confessado novamente com todas as letras (algo que ele já havia feito na primeira temporada, falando nisso) ficou bem claro que ele não estava muito confiante nas suas respostas, e a advogada dele chega a comentar que “ele é culpado”.
Uma testemunha interessante que reapareceu em Broadchurch foi Susan Wright. Aparentemente ela está morrendo e resolveu voltar, mesmo tendo dito a Nige que não voltaria. Seu depoimento foi muito mais contundente do que o de Lucy, principalmente quando ela afirmou que quem viu foi Nige, e não Joe. Ai ai ai…gif050
Além dos novos acontecimentos no julgamento de Joe Miller, o caso Sandbrook também ganhou algumas novas respostas. Ellie e Hardy vão, ao maior estilo Telma e Louise (palavras da própria Ellie) para Sandbrook, onde, enquanto Hardy vai conversar com a mãe de Pippa e descobre que o marido dela era extremamente infiel, até mesmo com a própria Claire, Ellie faz uma varredura na casa que era de Claire e Lee.
Depois, os dois vão para um hotel e, numa cena digna de fanfic (sério Chibnall?) só tinha um quarto com uma cama de casal e após alguma briga, os dois acabam dividindo a cama. Sim, isso aconteceu. Não, nada aconteceu entre os dois, nada além de Ellie perguntando pro Hardy se ele dormiu com a Claire e ele não respondendo, mas virando para o lado e lembrando da Claire deitada, o que mais que insinua que algo aconteceu entre os dois. Só espero que não tenha sido antes do divórcio dele, porque aí vira fanfic demais.
No dia seguinte, Hardy leva a Ellie para conversar com uma policial que pode reabrir o caso de Sandbrook, para que Ellie conte para ela o que Claire havia lhe contado, sobre não saber exatamente onde estava ou não estava o marido na noite do crime. Nosso querido detetive escocês só esquece de contar para ela que a policial é ninguém menos que Tess, sua ex-mulher.

Pequeno detalhe que ele esqueceu de mencionar.

Pequeno detalhe que ele esqueceu de mencionar.

Tess se recusa a conversar com seus superiores sobre a reabertura do caso, principalmente depois do que o caso fez com a vida pessoal dos dois. Quando ela vai embora, Ellie bate nele. “Inacreditável!”.
E por fim, temos o jantar de Hardy com a ex-esposa e a filha dele. Sim, finalmente conhecemos Daisy Hardy. Mas um pouco da narrativa se perde aqui, quando fica claro que Daisy não culpa o pai por nada, muito embora a ideia que a primeira temporada tenha passado tenha sido de que ela não retornava as ligações do pai por algum tipo de ressentimento. Meio que não encaixou com a sua aparição agora e devo confessar que isso me incomodou e muito.gif054Quando o jantar é interrompido por ninguém menos que o pai de Pippa, a vítima do crime de Sandbrook, que ameaça Hardy por ele estar remexendo no caso, a desconfiança sobre ele acaba aumentando, ainda mais quando descobrimos não só que Claire tinha o número de telefone dele no celular que usava para se comunicar com Hardy, mas que ele tem um quadro na parede com as benditas bluebells.
Sim, quanto mais é revelado, menos sabemos. O jeito é continuar assistindo.mari

Deixe um comentário

Arquivado em Acabei de Assistir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s