Terças Whovians: The Zygon Invasion

O episódio desse último sábado de Doctor Who veio para dar continuidade ou pelo menos explicar algo que ficou meio sem resolução no especial de 50 anos, The Day of the Doctor (que sim, aconteceu há quase dois anos e nós so tivemos a explicação agora, algo extremamente comum na era Moffat): o que afinal tinha acontecido com os Zygons e a UNIT? Mas antes da gente entrar na discussão do episódio propriamente dita, eu quero mostrar para vocês o título da resenha da Radio Times: rt

Sim, a Radio Times conseguiu colocar o David Tennant no título da resenha deles. Gente, eu sou uma Tennant fangirl assumida, mas posso tentar de tudo e nunca vou conseguir chegar ao nível da Radio Times. Caraca!

Como sempre, clicando em “Continuar lendo” não posso salvá-lo dos spoilers, então muita atenção nessa hora. 

Falando em David Tennant, o décimo Doctor aparece em um flashback logo no começo do episódio, assim como o décimo-primeiro Doctor do Matt Smith. As cenas são as do episódio de 50 anos da série, porque como nós vamos voltar àquele assunto, e já faz tanto tempo, o jeito é refrescar a memória de todo mundo. zi01

Basicamente, as duas Osgood acabaram por se tornar um símbolo da paz entre os humanos e os Zygons, que foram autorizados a tomar a forma humana permanentemente para viverem por todo o Reino Unido. O problema é que com a morte de uma das Osgood em Dark Water/Death in Heaven, o equilíbrio que havia sido alcançado foi por água abaixo e uma facção rebelde dos Zygons acabaram clamando por revolução. zi02

O resultado é muita confusão, claro. A UNIT já quer lançar bomba em todo mundo, os Zygons estão matando muita gente e qualquer um de sua própria raça que se coloque contra o plano deles chamando-os de traidores, enfim, é o “Cenário Pesadelo”. zi03

Para agilizar a busca pela paz, o Doctor manda a Kate Stewart para uma cidade nos EUA chamada Truth or Consequences (Verdade ou Consequências), onde os Zygons aparentemente estão tomando conta, e a Clara fica no Reino Unido, enquanto ele vai para o Turcomenistão, país fictício do oriente médio, para onde aparentemente a Osgood sobrevivente foi levada após ter sido sequestrada enquanto estava em Truth or Consequences.zi07

Kate acaba descobrindo que os Zygons mataram todos os humanos na cidade e que a única humana que restou, a xerife, bem… Não era tão humana assim. Essa Zygon conta para Kate que uma criança Zygon foi vista por humanos, porque ainda não conseguia se transformar por completo, e esse pode ter sido o estopim de toda a guerra que está sendo armada. Depois, Kate é capturada e um Zygon toma a sua forma. zi06

O Doctor por sua vez vê toda uma equipe tática da UNIT sendo enganada pelos Zygons e morta, mas consegue salvar a Osgood, que estava sendo mantida prisioneira numa pequena vila. zi05

A grande polêmica do episódio é porque trata de um assunto que está em alta atualmente: a crise da imigração no Reino Unido, já que muitos britânicos são contra a estadia de imigrantes em seu país. Essa crise provavelmente está ainda maior do que quando o episódio foi escrito/gravado. Ao tratar de Zygons que foram asilados no Reino Unido e que de repente se viraram contra os humanos, muitos pontos sensíveis são tocados, mesmo que num primeiro momento estejamos falando de alienígenas que podem mudar de forma. zi10

O fim traz algumas surpresas, como por exemplo a informação de que a Clara foi capturada no começo do episódio e em seu lugar está Bonnie, uma Zygon (e que nome bobo para um Zygon, né?). Também não fica claro se a Osgood que a Missy matou era a Zygon ou a humana, aliás a sobrevivente diz ao Doctor que ela e a irmã já não eram mais somente uma coisa ou outra, mas sim híbridas. zi08

A cena que encerra o episódio é da Clara/Bonnie atirando no avião de Presidente do Mundo do Doctor, para tentar matar todo mundo que está lá dentro. Óbvio que acabou aí e a gente só vai ficar sabendo como ele se livrou dessa semana que vem. zi09

Eu gostei do episódio. Acho que talvez tivesse gostado mais se estivesse mais por dentro de toda a crise da imigração na Europa, já que se trata de um assunto bem político, mas estou curiosa para ver como a história vai se desenrolar. Devo confessar que achei a Clara burra ao extremo. E gente, como assim ela não liga para o Doctor, vendo que ele ligou para ela 127 vezes??? zi04

Mas o que eu gostei mais foi ver tantos papéis de liderança, tradicionalmente masculinos, nas mãos de personagens femininas fortes e interessantes. Sério, a UNIT tem homens também, mas aparentemente, quem mandam são elas. Foram poucos os papéis masculinos com algum destaque, o que é um balde de água fresca. Fora o pai do menino e o próprio menino no prédio da Clara, o único outro homem com alguma importância é o líder no Turcomenistão, que é enganado pelo Zygon que se transforma em sua mãe. Uau, parece que o jogo virou, hein?

O que eu acho interessante é ver homens reclamando disso. Desculpa aí, mas isso é algo que eu vejo em 99% das séries de TV. É bom estar do outro lado?

Vamos agora aguardar o episódio da semana que vem para ver como acaba!mari

6 Comentários

Arquivado em Terças Whovians

6 Respostas para “Terças Whovians: The Zygon Invasion

  1. Eu ainda não assisti.. Terminei os outros ontem ahuahuhauhua
    AI MEU CORASSAUM

    estou amandando as referências que estão usando nessa temporada❤
    E tbm amo o Tennant ^^, mas meu coração é do 9 hahahaha
    Beijos

    • Também tô achando muito legal e realmente, cada vez mais, essa temporada tá se confirmando como bem melhor do que a oitava. Assista sim, esse último não foi o melhor, mas foi muito bom também, na minha opinião! ☺️

  2. Maria Lourdes

    Mari, você tocou num ponto que eu senti que existia mas que não tinha a menor ideia que poderia estar tão forte: a imigração. E até que ponto os sírios poderiam ser considerados menos aliens que os Zygons? Não sei… Acho que os sírios nem ao menos conseguem se metamorfosear em europeus…
    A Clara foi boba e espalhafatosa, e se deixou sequestrar logo de cara… Ah, Clara, você já não é o que era…
    Bem, no aguardo da segunda parte!…

    • Pois é, o tema ali é polêmico. Nós não temos a visão total do problema, porque o Brasil tem uma história diferente, mas no Reino Unido a situação é séria e é interessante ver uma série como Doctor Who cutucando o leão.
      E sim, a Clara me decepcionou bastante nesse episódio. Achei que ela deixou passar o óbvio e levando em conta a história dela com o Doctor, ela já devia ser mais rápida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s