Arquivo da categoria: Mulherices da Mari

Ixiii Comprei! – Loja Chico Rei

O blog não tem parceira com loja nenhuma, portanto começo explicando que esse não é um publieditorial nem nada, apenas é um post para contar como foi a minha experiência de compra com a loja, como simples consumidora, ok?
chico01 Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Mulherices da Mari

Porque Desisti da Glossybox

No dia do consumidor, uma história de desrespeito ao consumidor.

Já fiz um post por aqui falando da Glossybox. Acho a idéia muito boa, não acho que seja um serviço caro e é ótimo para você conhecer novos produtos que nem pensaria em testar normalmente.

Porém, nessa semana, finalmente desisti da Glossybox e cancelei minha assinatura. Os motivos são vários e resolvi fazer esse post para explicar e ajudar a quem está pensando em fazer a assinatura a decidir. Talvez para você que está lendo funcione melhor do que para mim.

O primeiro motivo é a demora para receber a caixinha. Em fevereiro, recebi se eu não me engano somente no dia 09. Neste mês, minha caixinha chegou dia 15, hoje. O mais engraçado é que para fazer a cobrança no meu cartão de crédito, a Glossybox não se atrasava nunca: mês passado, a cobrança foi feita no dia 13/02… e essa cobrança é exatamente dessa caixinha que só chegou dia 15/03.

O segundo motivo é o atendimento: você pode fazer contato com a Glossybox através de um formulário no próprio site, da página do Facebook deles e também através do Twitter.

Todo mês eu tinha que pedir o número de rastreamento, porque enviar automaticamente após realizado o envio da Glossybox deve ser algo muito diferente e complicado, mesmo que a maioria dos sites façam isso. E nesse mês, nenhum dos canais de comunicação com a empresa me deu retorno.

Na página do Facebook tem muitas reclamações de assinantes que, como eu, ainda não receberam sua caixinha. Até agora, estou sem o número de rastreio de algo que deveria ter sido enviado na última semana de fevereiro (quase duas semanas atrás). É capaz que daqui a alguns dias eles me enviem… depois da caixinha ter chego.

Teve um absurdo no atendimento da Glossybox que tenho que contar por aqui: uma das minhas mensagens pedindo o número de rastreio da caixinha de fevereiro, que eu enviei no dia 06/02, só foi respondida no dia 27. A mensagem até pedia desculpas pela demora na resposta mas, gente, é muito tempo. Em tempos de internet, as empresas tem que tomar mais cuidado com o atendimento ao cliente, que deve ser mais ágil.

O terceiro motivo diz respeito ao conteúdo das caixinhas: sinceramente, se eu recebesse mais uma das amostras dos protetores solares da Róc, que eu já conheço e uso, eu ia chorar (só para constar: recebi a última caixinha hoje e VEIO uma amostra de Róc FPS 70, provando o que eu disse – só não chorei porque já havia cancelado a assinatura).

Provando que eu não tô mentindo: na caixa de Set/2011, uma amostra do Róc. E pensar que antes vinha até Clinique...

Também já estava insatisfeita, pois apesar de amar a L’Occitane, tenho três miniaturas de cremes para as mãos, três tipos de sabonete e amostras de loção corporal para dar e vender. Produtos da Neutrogena, então, nem se fala… todo mês vinha uma amostra de uma versão do mesmo produto, da mesma marca. A idéia da Glossybox era que você experimentasse produtos novos de marcas diferentes. As últimas caixinhas pareciam todas a mesma coisa.

Não tive problemas com produtos vencidos nas minhas Glossybox, mas li em fóruns e em blogs muitas meninas reclamando disso.

Não desisti fácil e dei algumas chances para ver se melhorava. Todo mês, pensava: mês que vem vai ser melhor, eu vou receber produtos diferentes e interessantes, vai vir pelo menos um produto em tamanho normal… e todo mês, sem exceção, me decepcionava. Uma hora, você cansa de se sentir como uma palhaça. Eu cansei. Vou usar os R$ 39,00 que eu gastava com a assinatura para algo mais interessante e menos desgastante do que ficar indefinidamente esperando por uma caixinha frustrante como virou a Glossybox para mim.

Se você estiver curiosa, mesmo depois de saber sobre todos os problemas que pode enfrentar, acho que pode assinar sim, até mesmo porque as primeiras caixinhas que você recebe através do serviço virão com coisas novas que talvez você não conheceria de outra maneira. Mas se decidir fazer essa assinatura, fique avisada dos problemas. Vai chegar uma hora que você cansa. Eu cansei.

4 Comentários

Arquivado em Mulherices da Mari, Papo Sério

Os Mais Mais de 2011 – Parte 2!

Continuando a lista dos mais mais de 2011, vamos para a parte de maquiagens e outras coisitas más.

1. Perfume

Nesse ano, conheci o Ed Hardy for Women quando veio a amostra na Glossybox e foi amor à primeira vista (ou melhor, cheiro). É um perfume que combinou comigo, acho que por não ser doce demais… não sei, eu acho o perfume bastante frutal, mas sinceramente acho que não é essa a definição que dá o fabricante. Enfim, gostei muito.

2. Esmalte

Para alguém que tem mais de 150 vidrinhos em sua coleção, achei que seria meio complicado escolher um só, mas contrariando as minhas expectativas, escolhi logo de cara o DS Extravagance da OPI. Foi o esmalte que usei na minha festa de formatura em fevereiro, um esmalte que eu devo ter repetido umas cinco vezes durante o ano… e com tanto esmalte na coleção, repetir tantas vezes a mesma cor é quase um milagre. Enfim, eu amo esse esmalte de paixão.

3. Primer

Primer não é algo que eu uso todo dia, mas quando eu quero usar um, o que eu acho legal pela relação custo X benefício é o primer facial da Koloss, que ajuda a segurar a oleosidade do rosto e também aumenta bastante a fixação da maquiagem, principalmente do blush, que é meu maior problema.

Já primer de sombras… eu testei alguns esse ano, e o que eu uso direto é um que não foi feito exatamente para isso, que é o Painterly, paint pot da Mac. É basicamente uma sombra em creme cor de pele.

4. Base

Usei demais a Studio Fix da Mac, que é uma base em pó. A cobertura dela é média, mas acho muito boa para usar no dia-a-dia, porque tem um resultado mais natural e é mais prática.

5. Corretivo

O que eu mais usei foi o Cover Up da marca Duda Molinos. A fixação é muito boa e a cobertura também, além de eu achar o aplicador mais fácil de usar do que daqueles corretivos em potinho, por exemplo.

6. Sombra ou Paleta

Não tem pra ninguém, já que esse é o produto mais mais de 2011, independente da categoria: é a Naked da Urban Decay. Uso a minha demais, demais, e acho que valeu cada centavo que eu paguei nela. A pigmentação e fixação dessas sombras na pálpebra é ótima e a seleção das cores na paleta te dá muitas opções, mesmo que só sejam cores neutras.

7. Delineador e lápis de olho

Não uso muito, mas tenho e gosto bastante do Grafitti Eyeliner da Eyeko.

8. Máscara para cílios (rímel)

A máscara para cílios que eu mais usei esse ano foi a Big Eyes da Eyeko, e é por isso que ela aparece aqui, mas sinceramente ainda estou à procura da máscara ideal. A Big Eyes é legal, mas às vezes ela junta demais um cílio no outro e aí eu já não sou tão fã.

9. Blush (posso chamar de rouge? Hahaha – levanta a mão se você cantou Assederê)

Eu amo blushes, de paixão, mas não tenho tantos como eu gostaria. O meu preferido e mais usado de 2011 foi o Blushbaby, da Mac, que é um tom que fica super natural nas bochechas, e não tem brilho nenhum.

10. Bronzer e Iluminador

Tenho uma paletinha da Too Faced chamada Leopard Love que tem um bronzer, uma cor mais rosada que é um blush e um iluminador que eu gosto muito.

Também, no último mês do ano, recebi meu lindo High Beam da Benefit e estou amando. Quero ter o Moon Beam também, mas isso vai demorar um pouquinho.

11. Pó

Para peles oleosas e brilhosas como a minha, pó acaba sendo essencial. Amo muito o meu Dream Matte Powder, da Maybelline, que é ótimo, matifica bem a pele e ainda é fácil de encontrar aqui no Brasil.

12. Batom

O batom do ano para mim foi o Chatterbox, da Mac. Demorei para me acertar com ele (gente que nunca usa batom é fogo mesmo!) mas fiz as pazes com o rosa chiclete lindo que é esse batom.

13. Gloss

Comprei esse gloss da Revlon na minha viagem internacional do ano (leia-se quando fui para o Paraguai) e gostei bastante mesmo. Ele não fica grudento nos lábios, tem bastante pigmentação e no geral deixa minha boca muito bonita. O nome da cor é Pink Pursuit.

14. Lip Balm

Gostei de usar o Tinted Lip Spa da Nix na cor Copacabana. Não é um lip balm muito conhecido, mas eu gostei bastante dele e carrego ele na bolsa direto.

15. Pincel

A maioria dos meus pincéis são da Sigma, e entre todos os que eu tenho em casa, se tem um que eu acho sensacional é o bendito F80, que é o Flat Top Kabuki. Ele é ótimo para passar base, deixa realmente bem uniforme e facilita muito a aplicação, que fica em alta definição mesmo, que é o que a Sigma diz que faz. Não troco e acho indispensável na minha coleção. O que eu quero para o próximo ano é completar a coleção Sigmax junto com o Tappered Top Kabuki e os Precision Brushes.

E com isso eu termino a lista dos mais mais de 2011. Muito obrigado por terem lido até aqui, espero que esse post tenha sido útil de alguma forma, um beijo e um ótimo 2012 pra todo mundo!

1 comentário

Arquivado em Mulherices da Mari

Os Mais Mais de 2011, Parte 1!

Todo mundo faz esse tipo de post no fim do ano, só muda o nome. Mas eu acho super interessante, então resolvi tentar fazer também uma lista dos mais mais de 2011.

Cultura

1. O Livro

Eu sei que ainda não saiu no Brasil, mas eu não aguentei de curiosidade e li em inglês mesmo: The Son of Neptune, do Rick Riordan, o segundo livro da série “Os Heróis do Olimpo”. Adoro o jeito de escrever do tio Rick e acho a maneira como ele usa a mitologia nos livros sensacional, então não é surpresa que esse tenha sido para mim o livro de 2011.

2. O Filme

AMANHECER! Não? Não! Eu posso amar o Robert, mas acho que um filme baseado num livro que eu nunca fui muito fã jamais poderia figurar como meu mais mais de 2011. Então, eu volto um pouco para meu tipo de filme preferido, que é… desenho animado.

O escolhido é Rio, porque conseguiu falar sobre o Brasil deixando a maior parte dos preconceitos de lado e mostrou um pouco d0 nosso país lá pra fora. Sei que não foi perfeito, mas às vezes fico pensando que nós também temos muito preconceito em relação à vida em outros países. Ora, quem nunca pensou em África como sendo um deserto cheio de leões e elefantes? Provavelmente, existem muitas cidades lá também, não sendo tudo um grande safari.

3. A Música

Se existe um tipo de música que eu achava bem mais difícil se popularizar na mídia a ponto de tocar na rádio é o tipo de música que a Adele canta. Aliás, a própria cantora conseguiu mostrar que nem só de meninas magras, loiras e com implante de silicone nos seios (e sem talento vocal nenhum, diga-se de passagem) se faz o gosto musical mundial. Por isso, considero Adele a mais mais de 2011.

Cuidados Com a Pele

4. Hidratante Facial e Corporal

Amo o hidratante facial da Clinique, aquele amarelinho em gel que todo mundo conhece, mas esse ano descobri um outro hidratante bem mais barato que eu também amo usar, que é o Hidratante Anti-Acne da Clean&Clear.

Já o hidratante corporal que eu mais usei nesse ano foi a Body Butter da Victoria’s Secret, na versão Amber Romance. O cheiro é ótimo, a consistência é bem grossa mas não chega a ser dura e difícil de passar, absorve rápido e hidrata mesmo.

5. Protetor Solar

Não tenho nem dúvida: meu protetor solar preferido do ano é o Róc Minesol Oil Control. Protege do sol e ainda ajuda a controlar a oleosidade da minha pele. Amei mesmo e finalmente encontrei um protetor que eu não tenho preguiça de usar todo dia.

6. Tônico

Usei bastante o meu da Clinique, mas devo confessar que gosto muito dos tônicos da Clean&Clear, principalmente esse anti-cravos que, apesar de não ser milagroso, já dá uma ajudinha.

7. DemaquilanteUsei bastante o oil free da Koloss, mas na verdade costumo variar bastante, principalmente porque não tenho um preferido para demaquilante para o rosto. Já meu preferido para a área dos olhos é sem sombra de dúvidas o da Avon, que é um desses produtinhos baratos que fazem seu serviço divinamente.8. Limpeza Facial e Esfoliante

O sabonete em gel da Clinique está presente na minha rotina diária de cuidados com a pele todo dia. Todos os outros produtos eu revezo, esse eu simplesmente não consigo.Já o esfoliante, não sou muito de usar, não. Uso o Cleansing & Polishing Tool da Sigma quando quero esfoliar um pouco a pele, mas não chego a usar um produto específico para isso.

Cabelos

9. Shampoo e Condicionador

Existem duas duplinhas de shampoo e condicionador que usei demais durante esse ano. Como meu cabelo é fino e enrolado, ele também é extremamente seco, então sempre procuro produtos hidratantes para os meus cabelos. Usei muito o Self Absorbed, uma linha da Bed Head que tem cheiro de Fanta laranja e hidrata muito os cabelos, mas sem deixar eles muito pesados, o que é um problema para quem tem cabelos finos.

Também usei e me apaixonei pela linha de tratamento da L’Occitane. O shampoo e o condicionador são maravilhosos e agora quero muito experimentar a máscara da mesma linha.

10. Finalizadores ou leave-in

Para controlar os cachos, esse é um produto indispensável. Usei muito e amei demais principalmente por causa do cheiro o Small Talk, da Bed Head.Para a parte um, paramos por aqui. Na parte dois, vou colocar quais foram meus produtos preferidos de 2011 na parte de maquiagem.  Até logo!

Bjos

Deixe um comentário

Arquivado em Acabei de Assistir, Acabei de Ler, Acabei de Ouvir, Mulherices da Mari

Projeto 100 Dias sem Compras – O Desafio

O que é?

Basicamente, é uma meta que você coloca para si mesma com o objetivo de não comprar nada além do estritamente necessário. Não há regras exatamente, pois você pode fazer as regras que quiser. É um projeto meio parente do gringo “Project 10 Pan”, em que basicamente você escolhe 10 produtos e, enquanto não terminar de usá-los, não pode comprar outros. É para fazer você usar melhor o que já tem e não ficar comprando produtos novos.

Por que você decidiu fazê-lo?

Porque eu tenho gastado bastante com cosméticos (sejam produtos para pele, sejam produtos de maquiagem) e por isso tenho muita coisa no meu armário que não está sendo usada. Para  que eu comece a usar outros produtos e não fique comprando coisas novas, usando um pouquinho e já deixando de lado em favor de algo novo, resolvi começar com esse projeto.

Por que o de 100 dias e não o 10 pan?

Olhando para os produtos que eu tenho, apesar de eu ter acumulado bastante, não tem nenhum produto que eu tenha que desencalhar. E tenho a impressão de que eu ia demorar demais para acabar com qualquer produto, o que me desanimaria logo e faria que eu desistisse no meio do caminho. Tendo em mente essa “deadline”, sei quando vai acabar o desafio. Então, para mim, funciona melhor.

E quais as suas regras?

  • O projeto vai do dia 02/11/2011 até 10/02/2012 – isso deve dar 100 dias ou aproximadamente, e como o que vale é a intenção e não a matemática, tá valendo. XD
  • Durante esse período, não posso comprar nada de maquiagem ou cremes para a pele/cabelo, a não ser que tal produto tenha acabado e eu não tenha absolutamente nada que possa substituí-lo, ou seja, se acabar minha sombra X, não posso comprar outra da mesma cor, porque eu poderia usar a Y que eu já tenho. Levando em consideração o tanto de coisa que tem no meu armário, isso não vai acontecer.
  • A Glossybox não entra no projeto, porque eu não quero cancelar minha assinatura, nem o que já está encomendado (duh, né, como é que eu ia dizer não quando o carteiro viesse?).
  • O jogo é meu, as regras são minhas, logo se eu inventar mais alguma o problema é meu também (hahahaha, tudo isso para dizer que posso inventar outras regras conforme for sentindo necessárias).
Bom, a idéia do projeto é essa, se alguém se sentir animada a fazer comigo, vou amar o apoio e a companhia (oi, meu nome é Becky Bloom e eu sou uma shopaholic). Pode ser que apareçam alguns posts por aqui sobre as minhas frustrações, mas tudo bem… eu vou conseguir /modepensamentopositivoon.

2 Comentários

Arquivado em Mulherices da Mari, Papo Sério

Sobre a Glossybox.

Muita coisa foi dita por aí sobre essa caixinha cor-de-rosa que você assina (o preço tá R$ 39,00 por mês para todo o Brasil, já contando o frete) e chega na sua casa com 5 produtos diferentes relacionados a beleza. Esses produtos podem ser em tamanho normal (normalmente vem um ou dois), miniatura e amostras. Todos de marcas consideradas de luxo, a maioria mas não todas internacionais.

Eu assino, já recebi três delas aqui em casa. Muita gente torceu o nariz, principalmente porque as amostras que vem na Glossybox não poderiam ser vendidas. A explicação da própria empresa é que eles vendem a “assessoria” e as amostras seriam gratuitas. Como uma pessoa formada em Direito, não posso deixar de aplaudir a resposta da assessoria jurídica deles.

Bom, enfim, por que eu assino? A resposta é muito simples: eu amo experimentar, e os produtos que vem na Glossybox nem sempre são fáceis de achar em lojas aqui da onde eu moro, ainda menos para conseguir uma amostra. E com a caixinha, eu tenho a oportunidade de testar produtos que às vezes eu nem pensaria em ter e que são ótimos.

Claro que não dá para comprar tudo o que eu experimento e gosto (tem coisas que eu realmente não teria condições de comprar), mas é divertido receber essas surpresinhas aqui em casa.

A Glossybox que eu vou mostrar aqui é a do mês passado, a de agosto já chegou também, mas não tirei fotos dela. De qualquer maneira, aí vão algumas fotinhas da caixinha: A caixinha vem bonitinha, com fitinha de cetim amarrada, dentro da caixa marrom dos correios.

Dentro dela, os produtos vêm embalados numa folha de papel de seda preta (bem embaladinhos mesmo, vem duas folhas) e tudo personalizado com o emblema da Glossybox. Também vem junto um cartão explicando o que é cada produto, de maneira bem básica.

Por fim os produtos: duas amostras de shampoo desfrizzante da marca C Kamura, uma miniatura de protetor solar facial Minesol Actif FPS 60 da RoC, uma miniaturta de hidratante corporal da Neutrogena, uma miniatura do All About Eyes, creme para a área dos olhos da Clinique e um lip stain em tamanho normal Just Bitten na cor Twilight da Revlon.

Eu acho a relação custo/benefício da Glossybox muito boa, e depois você pode ir ao site e dar sua opinião sobre os produtos para acumular Glossydots, pontos que você pode trocar depois por produtos em tamanho normal. A idéia é ótima e é por isso que eu continuo assinando.

Não vou falar sobre os produtos especificamente porque esse post seria mais sobre a Glossybox mesmo, mas se depois sentir vontade, quem sabe eles não aparecem por aqui?

4 Comentários

Arquivado em Mulherices da Mari

Comprando Sapato Pela Internet

Taí uma coisa que eu acabei engolindo a lingua: jurei que nunca ia comprar sapato pela internet e acabei comprando… e meio que me viciando na coisa (quer dizer, mais ou menos, já que eu ainda sei meus limites financeiros e controlo bem o quanto estou gastando, o quanto vai pro meu cartão de crédito e o quanto eu tenho que pagar já, não vou dar uma de Becky Bloom não!).

Ao todo, foram dois pares nos últimos dois meses. O que para mim é muito e eu já me comprometi a esperar pelo menos uns três meses pra voltar a comprar. O bom é que sapato a gente usa  mesmo, o ruim é que se não der certo, a troca e o frete é uma dor de cabeça… até agora dei sorte, todos deram certo no tamanho e nenhum machucou, mas nunca se sabe, né?

Comprei duas botas na Passarela, que aliás chegaram super rápido. A primeira delas é um modelo da coleção Morde & Assopra da Bottero, a Virginia, na cor café  (essa da imagem é na cor rato, a café é um marrom mais escuro).

Gosto dela porque dá para usar de três maneiras diferentes, conforme você dobra o cano dela ou não. Acaba sendo bem versátil e é ótima para usar no inverno, já que ela é forrada e por isso bem quentinha. Já usei ela bastante.

A outra é uma bota da marca Cravo e Canela, que eu estou usando nesse exato momento, por falar nisso. Ela é linda, de cano alto, bem fofinha e macia. Gostei bastante dela também.

É outra que não sai do meu pé. Uma delícia para usar agora no inverno, o pé não cansa nada nada dentro dela. E a cor também é linda, tem pontos de verde e marrom, bem inverno mesmo. Ah, e vem cheirando cravo e canela, o que eu achei uma tacada de mestre da marca.

As duas foram parceladas e tiveram que passar por um crivo para eu ter certeza que caberiam nas minhas contas. No fim, a gente dá uma apertadinha aqui, outra ali, se controla e consegue achar um espacinho, né? Ah, e eu achei o preço das botas lá no site em conta, ou seja, é um pouco mais barato que nas lojas aqui na minha cidade. Não é SUPER mais barato, mas no fim uns 20 reais mais barato sai sim.

No fim, acho que valeram a pena. Gostei da experiência, e minha mãe também já comprou por outra loja, a Dafiti, e inclusive teve que trocar o sapato, mas eles foram super atenciosos e ágeis, a troca deu super certo. Então, acho que dá para arriscar, é só tomar o cuidado de escolher uma loja confiável e pesquisar bem sobre o sapato antes de comprar.

Beijos
Mari

3 Comentários

Arquivado em Mulherices da Mari